Grupo Autêntica

Autêntica Business Yellowfante Gutenberg Nemo Vestígio Play

Marcelo Maluf

Nasci em 15 de janeiro de 1974, na cidade de Santa Bárbara D’Oeste, a 150 km da capital paulista. Exatamente às 11 horas e 15 minutos. Sou escritor e professor de criação literária. Estudei Artes na faculdade e tenho alguns livros publicados. Entre eles estão os infantojuvenis: Jorge do Pântano que fica logo Ali (FTD, 2008), Meu pai sabe voar (FTD, 2009), em parceria com Daniela Pinotti – livro selecionado pela FNLIJ para o catálogo da Feira de Bolonha de 2010 – e o infantil: As casas (Cortez, 2012), em parceria com Fábio Supérbi e Juliana Notari. Uma grande alegria foi ter organizado a antologia de contos infantojuvenis Era uma vez para Sempre (Terracota, 2009) com a presença de autores como: Tatiana Belinky, Heloísa Prieto, Índigo, Leo Cunha, Claudio Fragata, entre outros. Também tenho um livro de contos para adultos: Esquece tudo agora (Terracota, 2012).

Comecei a escrever minhas histórias depois que fiquei trancado, por uma noite, na biblioteca municipal da pequena cidade onde nasci. Eu tinha 11 anos, e os livros me atraíam de uma maneira maluca. Eu ainda não sabia o motivo, mas queria sempre tê-los por perto. Naquela madrugada, os livros me serviram de travesseiro e cobertor, me deram abrigo e contaminaram o meu corpo. Primeiro a biblioteca foi meu refúgio, depois um lugar onde vivi aventuras em busca do mistério que é existir neste mundo. Creio que de tanto gostar de ler, um dia eu também quis contar minhas histórias e, por isso, me tornei escritor.

Escrever As mil e uma histórias de Manuela me fez aprender muita coisa sobre os livros, como, por exemplo, é preciso mastigá-los bem, senão ficamos com dor de barriga. E, assim como a Manuela, eu também saboreio as páginas dos livros tanto quanto uma boa torta de chocolate. E é desta maneira que eu vivo: escrevendo e comendo, comendo e escrevendo….

Artigos sobre o autor

Receba as novidades da Yellowfante
Fechar

Pesquisar por autor, título, série, coleção ou ISBN.