Grupo Autêntica

O naufrágio das civilizações

O naufrágio das civilizações

Um olhar profundo sobre o nosso tempo para entender três feridas do mundo moderno: os conflitos identitários, o islamismo radical e o ultraliberalismo

(autoria), Arnaldo Bloch (tradução)

Carregando...

Autor do best-seller As Cruzadas vistas pelos árabes revisita o século XX e demonstra, neste livro altamente oportuno, como as civilizações se lançaram à deriva e se encontram, agora, diante de um iminente naufrágio.

Os Estados Unidos, embora continuem sendo a única superpotência, estão perdendo toda a autoridade moral. A Europa, que ofereceu aos seus povos e ao resto da humanidade o projeto mais ambicioso e reconfortante do nosso tempo – a União Europeia -, está desmoronando. O mundo árabe-muçulmano mergulha numa crise profunda, agravada por um islamismo cada vez mais radical. As tensões identitárias, em grande parte fomentadas pelas ondas nacionalistas, nunca foram tão exacerbadas. Grandes nações “emergentes” ou “renascidas”, como a China, a Índia e a Rússia, irrompem no palco mundial numa atmosfera nociva, na qual reina a lei do mais forte e do cada um por si. Sem falar das graves ameaças, intensificadas pela aventura ultraliberalista, que pesam sobre o planeta (devastação do meio ambiente, abismo social, pandemias) e só podem ser enfrentadas por meio da cooperação global.

Neste livro abrangente e poderoso, Maalouf atua como espectador e escritor comprometido, às vezes recontando eventos importantes dos quais foi uma das raras testemunhas oculares, destacando-se então como historiador acima da própria experiência. Por mais de meio século, o autor observou o mundo, viajando pelos seus quatro cantos. Estava em Saigon no final da Guerra do Vietnã, em Teerã durante o advento da República Islâmica do Irã, viajou com o entourage que repatriou o aiatolá Khomeini após seu exílio e estava em Nova York quando as Torres Gêmeas vieram abaixo – evento após o qual o mundo não seria o mesmo.

O livro contém um posfácio especial à edição brasileira, com as últimas reflexões do autor sobre a pandemia de Covid-19.

_______________________________________________________

“Maalouf é um interlocutor generoso, humano e apaixonado.”
The New York Times Book Review

“Com suas múltiplas identidades, cultivadas de forma consciente, Maalouf é exatamente o tipo de interlocutor necessário ao período atual. Ele penetra profundamente em veios inexplorados da história cultural, escavando elegantemente e desafiando os clichês e o senso comum.”
Financial Times

“Marcado pelo fracasso do modernismo árabe, Maalouf aponta para o início de todos os males: 1979 e sua dupla revolução conservadora, tanto religiosa (Irã) quanto econômica (Thatcher). ‘Dar um nome errado às coisas é acrescentar ao infortúnio do mundo’, escreveu Camus. Maalouf nomeia-as bem, sem medo de ser chamado de Cassandra.”
Le Point

Páginas: 256 • Formato: 16 x 23 cm • Acabamento: Brochura • Título original: Le naufrage des civilisations • ISBN: 9788554126780 • Código: 35675 • Área temática: Ciências Sociais, História • Editora Vestígio • Edição: 1 • Coleções: Espírito do Tempo • Mês/Ano de publicação: 08/2020 • Primeira edição: 08/2020

R$ 54,90



Resenhas sobre o livro

Mostrar todas ↓

Obras da mesma área

Fechar

Pesquisar por autor, título, série, coleção ou ISBN.