Grupo Autêntica

Conheça as nossas obras aprovadas para o PNLD Literário 2021 Conheça as nossas obras aprovadas para o PNLD Literário 2021

Vladimir Safatle

Vladimir Safatle nasceu em 1973, em Santiago do Chile. Formado em Filosofia pela USP e mestre em Filosofia pela mesma universidade, com dissertação sobre o conceito de sujeito descentrado em Lacan, sob a orientação de Bento Prado Júnior, é doutor em Filosofia pela Universidade de Paris VIII, com tese sobre as relações entre Lacan e a dialética, sob a orientação de Alain Badiou. Professor titular do Departamento de Filosofia da USP, onde leciona desde 2003, também é professor do Instituto de Psicologia da mesma universidade e foi professor convidado nas universidades de Paris I, Paris VII, Paris VIII, Paris X, Toulouse (França), Louvain (Bélgica) e Essex (Inglaterra), visiting scholar da Universidade de California, Berkeley (EUA), além de fellow do Stellenbosch Institute of Advanced Studies (África do Sul), e responsável por seminários no Collège International de Philosophie (França) e fellow do The New Institute de Hamburgo (Alemanha). Um dos coordenadores do Laboratório de Pesquisas em Teoria Social, Filosofia e Psicanálise (Latesfip/USP), juntamente com Christian Dunker e Nelson da Silva Júnior, é ainda membro do conselho diretivo da International Society of Psychoanalysis and Philosophy.

Com artigos traduzidos para inglês, francês, japonês, espanhol, sueco, norueguês, catalão e alemão, suas publicações versam sobre psicanálise, teoria do reconhecimento, filosofia da música, filosofia francesa contemporânea e reflexão sobre a tradição dialética pós-hegeliana. Seus livros incluem: A potência das fendas: diálogos sobre música (N-1, 2021, com Flo Menezes), Maneiras de transformar mundos: Lacan, política, emancipação (Autêntica, 2020), Dar corpo ao impossível: o sentido da dialética a partir de Adorno (Autêntica, 2019; versão em espanhol), O circuito dos afetos: corpos político, desamparo e o fim do indivíduo (Autêntica, 2016; versões em espanhol, em italiano e francês), Grande Hotel Abismo – para uma reconstrução da teoria do reconhecimento (Martins Fontes, 2012; versão em inglês), O dever e seus impasses (Martins Fontes, 2013), A esquerda que não teme dizer seu nome (Três estrelas, 2012; em espanhol), Cinismo e falência da crítica (Boitempo, 2008), Lacan (Publifolha, 2007; versão atualizada publicada pela Autêntica, 2017) e A paixão do negativo: Lacan e a dialética (Unesp, 2006; versão em francês publicado por Georg Olms Verlag, 2010).

Seus próximos trabalhos versarão sobre a atualização da noção de forma crítica a partir da estética musical contemporânea e da reflexão sobre problemas relacionados ao destino das categorias de autonomia, expressão e sublime. O primeiro volume desse trabalho, que deverá conter três volumes, será Em um com o impulso: experiência estética e emancipação social (Autêntica, 2022).

Vladimir Safatle
Fechar

Pesquisar por autor, título, série, coleção ou ISBN.