Chapeuzinho Amarelo
de Chico Buarque (texto), Ziraldo (ilustração)

Sinopse

Chapeuzinho Amarelo conta a história de uma garotinha amarela de medo. Tinha medo de tudo, até do medo de ter medo. Era tão medrosa que já não se divertia, não brincava, não dormia, não comia. Seu maior receio era encontrar o Lobo, que era capaz de comer “duas avós, um caçador, rei, princesa, sete panelas de arroz e um chapéu de sobremesa”

Ao enfrentar o Lobo e passar a curtir a vida como toda criança, Chapeuzinho nos ensina uma valiosa lição sobre coragem e superação do medo. Já em sua 40º edição, este clássico de nossa literatura infantil vem encantando gerações e gerações de leitores. O livro de Chico Buarque recebeu, em 1979, o selo de “Altamente Recomendável”, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), e, em 1998, Ziraldo conquistou o Prêmio Jabuti na categoria Ilustração.

Páginas: 36 • Formato: 21 X 21 cm • Acabamento: Brochura • ISBN: 9788551301821 • Código: 0392L18602 • Autêntica infantil e juvenil • Edição: 40
Tema: Descoberta de si / O medo e sua superação. Gênero: Conto


Autoria

Chico Buarque
Nasceu em 1944. Compositor, cantor e escritor, sua vasta obra começou a obter reconhecimento nacional e internacional a partir da música “A banda”, uma das vencedoras do Festival da Música Popular Brasileira, em 1966. Traduziu e adaptou para o português o musical de sucesso Os Saltimbancos, que teve estreia histórica em agosto de 1977, no Rio de Janeiro. Também para as crianças, escreveu Chapeuzinho Amarelo. Recebeu três vezes o Prêmio Jabuti de Melhor Livro do Ano: em 1992, com Estorvo, em 2004, com Budapeste e em 2010, com Leite derramado. Mora no Rio de Janeiro, sua cidade natal, e continua se dedicando à música e à literatura.

Ilustração

Ziraldo
Nasceu em Caratinga, Minas Gerais, em 1932. Pintor, cartazista, jornalista, teatrólogo, chargista, caricaturista e escritor, sua fama começou na década de 1960, com A turma do Pererê, sua primeira revista em quadrinhos. É autor de O Menino Maluquinho, um dos maiores fenômenos editoriais do país. Além de suas obras autorais, contribuiu com ilustrações para clássicos da literatura infantil brasileira, como Os Saltimbancos e Chapeuzinho Amarelo, de Chico Buarque.