Grupo Autêntica

Fique por dentro do Grupo Autêntica

  • Notícias
  • Press Kit (Releases)
  • Saiu na Imprensa
  • Contato
    (exclusivo para imprensa):

Editora Vestígio compra direitos de tradução de A Brief History of Fascist Lies

A Editora Vestígio (Grupo Autêntica) acaba de anunciar a compra dos direitos de tradução de A Brief History of Fascist Lies, de Federico Finchelstein, que, por aqui, deverá sair com o título Uma breve história das mentiras fascistas.

O livro é potente em sua análise sobre o comportamento de líderes de extrema direita, como Donald Trump e Jair Bolsonaro, e sobre como suas ideias remontam às origens dos movimentos fascistas europeus e latino-americanos do século XX.

O autor defende que, de Hitler a Mussolini, líderes fascistas sempre se apoiaram em mentiras para manter a base de seu poder e popularidade. E que esta história se repete no presente, como se vê com a disseminação das fake news, que, em alguns casos, servem de apoio até mesmo para a criação de políticas governamentais.

Uma breve história das mentiras fascistas deve ser publicado até setembro e será o quarto volume da coleção Espírito do Tempo, também recentemente divulgada pelo grupo editorial, e que tem como objetivo traduzir a contemporaneidade e ampliar o olhar sobre o cenário de embates e disrupções que tem sido a marca das últimas décadas.

SOBRE A COLEÇÃO
Sua criação foi motivada pelo sucesso de Os engenheiros do caos (Les ingenieurs du chaos), escrito pelo cientista político Giuliano Da Empoli, título que já integra a coleção. Já o seu nome foi retirado do segundo volume, o livro O naufrágio das civilizações (Le naufrage des civilisations), do franco-libanês Amin Maalouf, cujo lançamento está previsto para o final de julho.

Nesta obra, apontada como uma das melhores de sua autoria, Maalouf, vencedor do Goncourt, o maior prêmio literário francês, e membro da Academia Francesa de Letras, reconstrói a história do Oriente Médio no século XX. Por meio de uma bela narrativa com notas autobiográficas, o leitor poderá entender como os eventos que levaram ao naufrágio metafórico das grandes civilizações afetam de forma bastante concreta o mundo contemporâneo.

O terceiro volume será O tempo das paixões tristes – Desigualdades e populismo (Les temps des passions tristes), do sociólogo francês François Dubet, considerado uma referência em estudos sobre desigualdades. O livro parte da tese de que o sofrimento social não é mais experimentado como uma provação que exige lutas coletivas, mas, sim, como uma série de injustiças pessoais que dão origem ao ressentimento e alimentam uma sociedade de cólera.

Para mais informações, entre em contato com nossa assessoria de comunicação pelo e-mail ou pelo telefone (31) 3465-4500 (ramal 207).

← Voltar

Fechar

Pesquisar por autor, título, série, coleção ou ISBN.