Grupo Autêntica

Autêntica Business Infantil e juvenil Yellowfante Gutenberg Nemo Vestígio Play

Fique por dentro do Grupo Autêntica

  • Notícias
  • Press Kit (Releases)
  • Saiu na Imprensa
  • Eventos
  • Contato
    (exclusivo para imprensa):

    (31) 3465-4500 (ramal207)

Vladimir Safatle participa de Ciclo de Conferências na UFMG

02/10/2019 — Equipe

Dialética de Theodor Adorno e psicanálise serão alguns dos temas apresentados no encontro, que acontece na terça, 8 de outubro, e será aberto ao público

O filósofo Vladimir Safatle participa, na próxima terça-feira, 8 de outubro, do Ciclo de Conferências: Filosofia, Psicanálise e Crítica Social da UFMG (Av. Presidente Antônio Carlos, 6627 – Pampulha | Auditório A104 – CAD II). O autor participa de duas conferências, ambas abertas ao público. “Dar corpo ao impossível: o sentido da dialética a partir de Theodor Adorno”, título de seu livro mais recente, publicado pela Autêntica Editora (Grupo Autêntica), às 10h; e “A psicanálise como modelo de crítica à sujeição social ”, às 14h. Haverá sessão de autógrafos entre os debates.

No lançamento da Autêntica Editora, Safatle recusa as interpretações deceptivas – tão presentes ainda hoje – da dialética negativa, a fim de explorar suas dinâmicas de produtividade e as modificações que ela produz em conceitos tais como totalidade, materialismo, sujeito, diferença e infinito. Isso o leva a propor uma articulação de estrutura entre a dialética negativa e aquelas de matriz hegeliana e marxista. Articulação esta que busca compreender o sentido mais profundo das relações entre configurações da dialética e determinações históricas específicas.

Trata-se ainda de se perguntar sobre o que a reatualização da dialética proposta por Adorno deve à psicanálise freudiana e à confrontação incessante à fenomenologia de Martin Heidegger. “Se escrevi este livro é porque valia a pena perguntar sobre o que aconteceria se tal leitura corrente estivesse radicalmente errada. Errada não apenas no que diz respeito a Adorno, mas principalmente no que diz respeito à dialética”, afirma o autor.

Ao final, Dar corpo ao impossível serve-se do saldo de tais reflexões para repensar a recusa da dialética que anima a filosofia francesa contemporânea, por meio, em especial, do anti-hegelianismo de Gilles Deleuze, bem como para retomar o uso que a dialética, enquanto experiência crítica, conheceu no Brasil, graças, principalmente, a Paulo Arantes.

Safatle destaca: “Em um país em que o poder se estabiliza ao ironizar suas próprias determinações, criando uma dinâmica de racionalidade cínica que pouco tem a ver com os mecanismos clássicos de falsa consciência, a crítica deveria ser capaz de dissolver a solidariedade entre contrários, deixando evidente o nó flagrante de injustiça social e violência que ela estiliza e normaliza. É nesse sentido que a dialética irá se mostrar, em um país como o Brasil, capaz de pensar realidades atualmente chamadas de ‘pós-coloniais’ e seus desafios imanentes”.

Sobre o autor:
Vladimir Safatle é professor titular do Departamento de Filosofia da Universidade de São Paulo (USP). Foi professor convidado das universidades de Paris VII, Paris VIII, Toulouse e Louvain (França); visiting scholar da Universidade da Califórnia (Berkeley); e fellow do Stellenbosch Institute for Advanced Study (África do Sul). Também é um dos coordenadores do Laboratório de Teoria Social, Filosofia e Psicanálise da Universidade de São Paulo (Latesfip-USP), além de um dos editores das obras completas de Adorno no Brasil. É autor de, entre outros: O circuito dos afetos: corpos políticos, desamparo e o fim do indivíduo (Autêntica, 2016); Introdução a Jacques Lacan (Autêntica, 2017); Grande Hotel Abismo: por uma reconstrução da teoria do reconhecimento (Martins Fontes, 2012, versão em inglês pela Leuven University Press, 2016); e A paixão do negativo: Lacan e a dialética (Editora Unesp, 2006, versão em francês pela Georg Olms Verlag, 2010).

SERVIÇO:
Ciclo de Conferências: Filosofia, Psicanálise e Crítica Social
8 de outubro | UFMG Pampulha | Auditório A104 – CAD II

Conferência I: Dr. Vadimir Safatle
10h | Dar Corpo ao Impossível: o sentido da dialética a partir de Theodor Adorno
Mediação e debate: Dr. Eduardo Neves (UFMG) e Dra. Geórgia Cecchinato (UFMG)

12h | Sessão de autógrafos

Conferência II: 30 anos do PPG em Psicologia
14h | A psicanálise como modelo de crítica à sujeição social – Dr. Vladimir Safatle
Mediação e debate: Dra. Andrea Guerra (UFMG) e Dr. Gilson Iannini (UFMG)

Inscrições no local a partir das 9h30

Para mais informações, entre em contato com nossa assessoria de comunicação pelo e-mail ou pelo telefone (31) 3465-4500 (ramal 207).

← Voltar

Fechar

Pesquisar por autor, título, série, coleção ou ISBN.