Grupo Autêntica

Fique por dentro do Grupo Autêntica

  • Notícias
  • Press Kit (Releases)
  • Saiu na Imprensa
  • Eventos
  • Contato
    (exclusivo para imprensa):

    (31) 3465-4500 (ramal207)

Pedro Paulo Monteiro discute a passagem do tempo e demonstra que só envelhece quem vive

23/08/2011 — Assessoria de Comunicação - Pluricom

Tentando se adaptar ao ritmo frenético e repleto de estímulos que regra a vida contemporânea, milhares de pessoas reclamam que o tempo está passando rápido demais. No entanto, cultua-se a inovação, a agilidade, a juventude. Pedro Paulo Monteiro, em O tempo não tem idade, lançamento da Editora Gutenberg, faz questão de lembrar que “se o tempo está passando rápido como elas mesmas afirmam, não tardará para que elas sejam os novos velhos sociais”. É por isso que falar sobre a passagem do tempo e, portanto, sobre envelhecer, é assunto tão atual e de profundo interesse para jovens e velhos de qualquer idade.

Compreender o envelhecimento como um processo intrínseco ao estar vivo contribui para a construção de relações mais saudáveis com o próprio corpo, com a família e a sociedade. “Não ficamos mais velhos porque fazemos aniversário, ficamos mais velhos porque decidimos viver”, lembra o autor, acrescentando que a recusa não tornará o tempo mais lento para ninguém. Temas como ética, movimento, definições e indefinições deste conceito tão abstrato, mas que se materializa em relógios e fotografias, comparecem no livro ao lado de crônicas e relatos pessoais.

Ao questionar crenças e comportamentos arraigados à cultura (como, por exemplo, a de que mulheres maduras devem ter cabelos curtos) e explicitar que a questão do tempo – e da relação de cada um com ele – é mais complexa do que se imagina, o escritor propõe uma nova concepção sobre o que significa envelhecer e aponta caminhos para que o leitor seja senhor de seu próprio tempo.

Sobre o autor – Pedro Paulo Monteiro é mestre em Gerontologia pela PUC-SP e, há vinte anos, utiliza a sua abordagem terapêutica corporal e existencial para melhorar a qualidade de vida dos idosos. Fisioterapeuta especializado em Neurologia, é professor de Geriatria e Gerontologia na graduação da Universidade Católica de Petrópolis (UCP) e da pós-graduação em psicossomática na Universidade Gama Filho, no Rio de Janeiro. Nas frequentes palestras que tem proferido, insiste na necessidade da conscientização de uma velhice mais humanizada e menos excludente. Pelo Grupo Editorial Autêntica já publicou Envelhecer: histórias, encontros e transformações; Quem somos nós? O enigma do corpo; A mente e o significado da vida; Envelhecer ou morrer: eis a questão; e A beleza do corpo na dinâmica do envelhecer.

Para mais informações, entre em contato com nossa assessoria de comunicação pelo e-mail ou pelo telefone (31) 3465-4500 (ramal 207).

← Voltar

Fechar

Pesquisar por autor, título, série, coleção ou ISBN.