Obra do cartunista Moebius é redescoberta no Brasil

20/03/2012 — ANDRÉ SOLLITTO, REVISTA ÉPOCA

Obras clássicas de ficção científica do autor francês chegam ao mercado brasileiro

O cartunista francês Jean Giraud, conhecido como Moebius, morreu no momento em que sua obra está sendo redescoberta no Brasil. Durante anos, os leitores que queriam conhecer histórias clássicas ilustradas por Giraud tinham que recorrer a antigas edições encontradas apenas em sebos. Agora, algumas de suas produções mais importantes estão sendo lançadas – ou relançadas – no Brasil.

Muitas de suas principais obras de ficção científica, produzidas sob o pseudônimo Moebius, nunca haviam sido publicadas no país. Suas narrativas surreais, quase abstratas, que influenciaram filmes como O quinto elemento e até a saga Star Wars, foram reunidas na Coleção Moebius, lançada pela Editora Nemo. O primeiro volume, Arzach (56 páginas, R$ 42), é uma reunião de histórias curtas com o personagem Arzach em que o foco é a arte. A maioria das histórias não tem diálogos, deixando para o leitor a tarefa de entender o que está acontecendo. É a faceta mais experimental de Moebius. O segundo volume, Absoluten Calfeutrail e outras histórias (96 páginas, R$ 49), reúne HQs curtas e menos conhecidas do autor, que mesclam ficção científica, humor e erotismo. Dois outros volumes da série, baseada em uma coleção lançada na França, vão sair ainda este ano. O lançamento de O homem é bom? (56 páginas, R$ 49) está programado para abril, e A garagem hermética, outra de suas obras de ficção científica mais famosas, deve chegar ao mercado em agosto.

“Moebius é uma dos cinco artistas mais influentes e importantes da história dos quadrinhos. É o Picasso ou o Fellini das HQs”, diz Wellington Srbek, editor da Nemo. “Um gênio das imagens, cuja influência e importância vai além dos limites dos quadrinhos, expandindo-se para o cinema, a moda e as artes visuais em geral”. O cartunista francês ajudou a criar o visual de filmes de ficção científica importantes, como o Alien – O oitavo passageiro, de Ridley Scott; Tron, de Steven Lisberger; O segredo do Abismo, de James Cameron; O quinto elemento, de Luc Besson; e He-man e os mestres do universo, de Gary Goddard. George Lucas também usou diversas referências visuais criadas por Moebius na saga Star Wars, em especial os droides de O império contra ataca e o planeta Coruscant. As histórias protagonizadas por Arzach também serviram de influência para o game Panzer Dragoon, de 1995, e foi adaptada para a televisão, em uma minissérie lançada em 2003. Também serviu de inspiração para um dos trechos do filme Heavy Metal, baseado na revista de mesmo nome que publicava histórias de fantasia. A própria Heavy Metal era inspirada na Metal Hurlant, publicação criada por Moebius que influenciou toda a produção posterior de HQs de fantasia e ficção científica.

Confira a matéria na íntegra aqui.

Para mais informações, entre em contato com nossa assessoria de comunicação pelo e-mail ou pelo telefone (11) 3034-4468.

← Voltar

Vendas institucionais e licitações
International calls
+55 (11) 3034 4468
Belo Horizonte
Rua Carlos Turner 420, Bairro Silveira,
Belo Horizonte - MG, CEP 31140-520,
Tel. (31) 3465-4500
São Paulo
Av. Paulista, 2073, Conjunto Nacional,
Horsa I, 23º andar , Conj. 2310, 2311, 2312
Cerqueira Cesar, São Paulo - SP, CEP 01311-940,
Tel. (11) 3034-4468

Pesquisar Fechar

Pesquisar por autor, título, série, coleção ou ISBN.