Grupo Autêntica

Autêntica Business Infantil e juvenil Yellowfante Gutenberg Nemo Vestígio Play

Fique por dentro do Grupo Autêntica

  • Notícias
  • Press Kit (Releases)
  • Saiu na Imprensa
  • Eventos
  • Contato
    (exclusivo para imprensa):

    (31) 3465-4500 (ramal207)

Livro traz diálogo entre dois dos maiores pensadores das áreas da Sociologia e da História

03/05/2011 — ADCom Comunicação Empresarial

Em 1988, o historiador Roger Chartier recebeu o sociólogo Pierre Bourdieu em France Culture – estação de rádio que integra a rede pública Radio France – para uma série de cinco entrevistas concedidas ao programa “À voix nue”, cujo conteúdo – restituído em seu contexto intelectual e político – é reproduzido integralmente em O sociólogo e o Historiador (Autêntica Editora, Coleção Ensaio Geral, formato 13cm x 21cm, 136 páginas, R$ 29,00).

O encontro de dois dos maiores pensadores franceses e mundiais em suas respectivas áreas ofereceu aos ouvintes um diálogo repleto de reflexões acerca das duas disciplinas, das diferenças entre elas e dos verdadeiros papéis de cada uma na sociedade naquele determinado contexto histórico. Mais do que um simples confronto de idéias e teorias entre o historiador e o sociólogo, o bate-papo trouxe questões fundamentais dos estudos de Bourdieu que se sustentam até os dias atuais.

Para Chartier, esse diálogo serviu, fundamentalmente, para revelar um Pierre Bourdieu energético, divertido, irônico e disposto a dialogar sobre abordagens temáticas diferentes da sua. “Ao ler o texto com as entrevistas que eu havia feito a Pierre Bourdieu em 1988, minha primeira impressão foi a de reconhecê-lo tal como ele havia permanecido na minha lembrança desses cinco programas radiofônicos: enérgico, divertido e entusiasta. O mérito deste livro, creio, consiste em captar – a partir da vivacidade da interlocução –, sua maneira de pensar, liberando-a dos rótulos que, às vezes, a encobrem, seja a autoridade magistral conferida pela cátedra do Collège de France como pelos combates polêmicos do sociólogo envolvido nos conflitos de seu tempo”, declarou o historiador.

A entrevista capta, a partir da vivacidade da interlocução, a maneira de pensar de Bourdieu, a coerência de seu trabalho e suas críticas à História e aos historiadores, apesar de seu respeito por diversos deles. Para registrar o momento, “O Sociólogo e o Historiador”, com tradução de Guilherme João de Freitas Teixeira, reproduz integralmente a entrevista. Entre o ofício do sociólogo e o do historiador, discussões de conceitos e reflexões fundamentais sobre temas que envolvem as duas disciplinas, num diálogo que exibe o pensamento de dois dos intelectuais mais importantes de suas gerações.

Pierre Bourdieu nasceu em 1930 no vilarejo de Denguin, sudoeste da França. Em 1951 ingressou na Faculdade de Letras, em Paris, e na Escola Normal Superior. Três anos depois, graduou-se em Filosofia. Mais tarde, filiou-se ao Centro Europeu de Sociologia, instituição da qual se tornou secretário-geral. Publicou mais de 300 títulos, entre livros e artigos. Tornou-se célebre por seus estudos na área da sociologia da cultura e da educação. Falecido em 2002, foi um dos mais influentes sociólogos franceses.

Roger Chartier, francês de Lyon, é um dos mais importantes pensadores da história cultural, especialmente da história do livro e da leitura. É professor-titular da cadeira de Escrita e Cultura da Europa Moderna no Collège de France desde 2007. Atua como professor convidado em diversas universidades pelo mundo, incluindo a Universidade da Pensilvânia, e viaja pelo mundo ministrando palestras. É membro, entre outros, dos conselhos editoriais da Revue de Synthèse (Paris), e da revista Mana: Estudos de Antropologia Social (Rio de Janeiro). Diversos de seus livros estão publicados no Brasil.

Para mais informações, entre em contato com nossa assessoria de comunicação pelo e-mail ou pelo telefone (31) 3465-4500 (ramal 207).

← Voltar

Fechar

Pesquisar por autor, título, série, coleção ou ISBN.