Grupo Autêntica

Autêntica Business Infantil e juvenil Yellowfante Gutenberg Nemo Vestígio Play

Fique por dentro do Grupo Autêntica

  • Notícias
  • Press Kit (Releases)
  • Saiu na Imprensa
  • Eventos
  • Contato
    (exclusivo para imprensa):

    (31) 3465-4500 (ramal207)

Filósofo italiano Giorgio Agamben ganha mais um título no Brasil

03/12/2012 — Assessoria de Comunicação - Pluricom

Conhecido pela interação que faz entre a filosofia, a literatura, a poesia e a política, o italiano Giorgio Agamben é um dos filósofos mais influentes da atualidade. Mais um título desse pensador chega agora ao Brasil pela Autêntica Editora: Ideia da prosa, com tradução, prefácio e notas do português João Barrento. A obra integra a Coleção Filô e faz parte da série Filô Agamben.

Construído por textos que se recusam a serem classificados como filosóficos ou poéticos, Ideia da prosa é um livro deliberadamente híbrido: “nem prosa, nem poesia, mas o meio termo entre as duas”. Porque todo discurso humano também é híbrido. O título resume sua proposta: o de uma indistinção de fundo entre uma ideia da linguagem e uma ideia da Ideia, ou do pensar. Os textos, mistos de fragmentos e ensaios, são marcados pela questão primeira: a forma é indissociável do que se diz e também do que não se diz. “Endereçado a quem quer se aventurar nos domínios da palavra e do pensamento, este livro de Giorgio Agamben convida o leitor a uma experiência da potência da linguagem”, afirma Sabrina Seldmayer, pesquisadora da área de literatura que assina a orelha da obra.

Os textos agrupam-se em quatro blocos. No primeiro, o autor apresenta a ideia de matéria, prosa, cesura, vocação, verdade, musa, amor, entre outros conceitos. No segundo, os temas são mais de caráter político: ideia de poder, do comunismo, da política e da justiça. A terceira parte debruça-se a ideias voltadas à linguagem e pensamento, como nome, enigma, silêncio, luz, aparência, glória, morte e despertar. Finaliza com uma defesa de Kafka contra seus intérpretes.

Ideia da prosa é o terceiro título da série Filô Agamben, que já conta com Introdução a Giorgio Agamben – Uma arqueologia da potência, de Edgardo Castro, e O homem sem conteúdo, do próprio Agamben, com tradução do doutor em filosofia Claudio Oliveira, que também assina as traduções dos próximos lançamentos da série, previstos para publicação entre 2013 e 2014: A comunidade que vem (La comunità che viene), O tempo que resta (Il tempo che resta), Bartleby ou a fórmula da criação (Bartleby o la formula dela creazione), Meios sem fim (Mezzi senza fine) e A potência do pensamento (La potenza del sensiero).

Sobre o autor – Giorgio Agamben é italiano de Roma, formado em Direito em 1965. Em 1974 lecionou na Universidade de Rennes e, entre 1986 e 1993, dirigiu o Collège International de Philosophie em Paris. Dentre 1988 e 2003, trabalhou nas universidades de Macerata e de Verona, e até 2009 ensinou Estética e Filosofia no Instituto Universitário de Arquitetura de Veneza. Atualmente dirige a coleção “Quarta prosa” da editora Neri Pozza na mesma universidade de Veneza. É autor da célebre tetralogia Homo Sacer.

Sobre o tradutor – João Barrento licenciou-se em Filologia Germânica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (1964) e em 1986 tornou-se professor de Literatura Alemã e Comparada. Já publicou cerca de vinte livros de ensaio, crítica literária e crônica, traduziu assim como editou diversas obras da literatura alemã da Idade Média à atualidade. Suas traduções lhe renderam diversos prêmios, como Calouste Gulbenkian da Academia das Ciências; da União Latina, do Ministério da Cultura da Áustria, além da Cruz de Mérito Alemã e da Medalha Goethe, entre outros.

Para mais informações, entre em contato com nossa assessoria de comunicação pelo e-mail ou pelo telefone (31) 3465-4500 (ramal 207).

← Voltar

Fechar

Pesquisar por autor, título, série, coleção ou ISBN.