Autêntica lança os dois primeiros volumes de A História das Construções

18/09/2009 — Assessoria de Comunicação

A partir da análise dos elementos deixados pelos homens das cavernas, nos vários continentes, como ferramentas primitivas e, posteriormente, com representações simbólicas que os diferenciariam definitivamente dos demais seres da terra, José Celso da Cunha inicia o primeiro volume de uma série de três sobre A História das Construções, resultado de suas pesquisas de interesse sobre o tema, mesmo antes de se formar em Engenharia Civil na EE. UFMG, em 1975. Os dois primeiros volumes da série A História das Construções serão lançados na Livraria Leitura do Pátio Savassi, em Belo Horizonte, no dia 20 de outubro, a partir das 19 horas; e na Livraria da Vila, no Jardim Paulista, São Paulo, no próximo dia 26, também às 19 horas.

O primeiro volume de A História das Construções trata especialmente do início da arquitetura e da engenharia, mostrando como surgiram as primeiras manifestações humanas que contribuíram para o início das construções. O autor analisa como os surtos civilizatórios contribuíram para a evolução das técnicas construtivas ao longo do tempo, a partir da Mesopotâmia, no final do quarto milênio a.C., e que foram repercutidas em outras civilizações ribeirinhas do Crescente Fértil ao extremo Oriente. São também analisadas as conquistas obtidas no campo das construções monumentais por civilizações completamente isoladas dos conhecimentos que já medravam do velho mundo, como a que floresceu em Caral-Supe, no Peru, no terceiro milênio a.C., assinalando o despertar das Américas, mas que ainda ficaria adormecida para o resto do mundo até a chegada de Colombo. De forma especial são analisadas as construções megalíticas da Europa, de Carnac, na França, à Ilha de Malta, no Mediterrâneo, até o começo da IV Dinastia do Antigo Império, no Egito, herdeira das conquistas alcançadas por Djoser e seu arquiteto Imhotep, no complexo funerário de Saqqarah. Tudo isso com elementos surpreendentes e envolventes, num relato particular de suas pesquisas, rico de registros fotográficos, desenhos, mapas e comentários sobre o tema.

O segundo volume da série A História das Construções, que também será lançado nacionalmente no 51º IBRACON, em Curitiba, contempla estudos sobre os avanços técnicos que consolidaram o emprego da pedra na construção e permitiram a realização de grandes obras da arquitetura e da engenharia, suportes que garantiram esses avanços. O autor inicia o segundo volume da série com o estudo das obras das Grandes Pirâmides de Gisé, retorna analisando as primeiras construções em pedra no Peru, de Caral-Supe, com suas pirâmides escalonadas, praças e templos sagrados, e em Chavín de Huántar, no coração dos Andes, responsável pelo surgimento da arquitetura monumental em pedra polida nas Américas. Fazem ainda parte desse segundo volume a análise das construções minóicas na Ilha de Creta e dos micenas, no Peloponeso, na Grécia. Encerra seus relatos, nesse segundo volume, numa análise detalhada sobre as construções do Novo Império egípcio, apontando que estavam estabelecidas as bases técnicas para o grande desenvolvimento da arquitetura e da engenharia em sua trajetória rumo ao futuro. Cujos desdobramentos serão abordados no terceiro volume de sua obra, com lançamento previsto para o próximo ano.

Os livros são ricos em ilustrações, desenhos e mapas que complementam a narrativa do autor, e de um grande número de fotografias tiradas por José Celso durante suas viagens de estudos e pesquisas nos últimos 27 anos a países da Europa, da África e das Américas. As últimas viagens do autor, complementares à sua pesquisa, foram realizadas nos últimos três anos a países como Itália, França, Inglaterra, Egito, Grécia, Argentina, México, Guatemala, Bolívia e Peru, dentre outros, como parte de um Projeto de Pesquisa Institucional patrocinado pela ArcelorMittal em convênio com o CEFET-MG, que permitiu a realização desta obra.

José Celso da Cunha, mineiro de Caratinga, tornou-se doutor em Mecânica dos Solos-Estruturas pela École Centrale de Paris (ECP) e pelo Centre d’Études et des Recherches du Bâtiment et des Travaux Publics (CEBTP), Paris, França, 1985. Foi professor dos cursos de Engenharia Civil e do Mestrado em Engenharia de Estruturas da EE.UFMG, de 1978 a 2004. Atualmente é professor do Curso de Engenharia de Produção Civil e do Mestrado em Engenharia Civil do CEFET-MG, em Belo Horizonte, MG. Engenheiro conhecido em suas especialidades no campo da análise estrutural e na engenharia de recuperação é também Autor do Livro “Palace II – A Implosão Velada da Engenharia”, Editora Autêntica, 1998. Membro do IBRACON há mais de 20 anos, tendo sido por dois períodos Diretor Regional do IBRACON de Minas Gerais, na década de 1990. Por seus trabalhos no campo da pesquisa em engenharia, foi homenageado no 44º Congresso Brasileiro do Concreto, IBRACON 2002, com o Prêmio “Luiz Alfredo Falcão Bauer”, outorgado pelo Conselho Diretor e pela Diretoria do IBRACON.

Confira os lançamentos:

20 de outubro – terça-feira
19 horas – Leitura Pátio Savassi
Av. Contorno, 6061 – Lojas 235/236 – Shopping Pátio Savassi
Savassi – Belo Horizonte – (31) 3288-3800

26 de outubro – segunda-feira
19 horas – Livraria da Vila Ltda.
Alameda Lorena, 1731
Jardim Paulista – São Paulo – (11) 30621063

Para mais informações, entre em contato com nossa assessoria de comunicação pelo e-mail ou pelo telefone (11) 3034-4468.

← Voltar

Vendas institucionais e licitações
International calls
+55 (11) 3034 4468
Belo Horizonte
Rua Carlos Turner 420, Bairro Silveira,
Belo Horizonte - MG, CEP 31140-520,
Tel. (31) 3465-4500
São Paulo
Av. Paulista, 2073, Conjunto Nacional,
Horsa I, 23º andar , Conj. 2310, 2311, 2312
Cerqueira Cesar, São Paulo - SP, CEP 01311-940,
Tel. (11) 3034-4468

Pesquisar Fechar

Pesquisar por autor, título, série, coleção ou ISBN.