Grupo Autêntica

Fique por dentro do Grupo Autêntica

  • Notícias
  • Press Kit (Releases)
  • Saiu na Imprensa
  • Contato
    (exclusivo para imprensa):

Autêntica comemora 10 anos de vida

10/09/2007 — Assessoria de Comunicação

A Autêntica Editora (Belo Horizonte) completa uma década de existência. Desde o lançamento do primeiro livro – A voz do veto: a censura católica à leitura de romances, de Aparecida Paiva – são cerca de 400 publicações. Desse total, 50 títulos são do selo Gutenberg, criado em 2003 para abarcar os livros de interesse mais geral, já que o catálogo da Autêntica é majoritariamente voltado para o público acadêmico, principalmente da área de ciências humanas. Como forma de celebrar seus 10 anos de vida, a Editora está investindo, neste ano de 2007, em alguns projetos especiais, entre eles o I Prêmio José Mindlin de Literatura, concurso nacional que vai premiar o autor da melhor obra de “Narrativa de ficção”; o lançamento da edição bilíngüe da Ética, de Spinoza; a produção da série “Espetáculos do Galpão”, com oito peças já encenadas pelo Grupo e o lançamento da coleção História de Minas Gerais. Os primeiros dois volumes, sobre a Colônia, tem cerca de 1300 páginas e a participação de 41 especialistas nos mais variados temas da história de Minas Gerais.

No ano em que completa dez anos de existência, a Autêntica Editora mudou sua marca, colocou no ar um novo site e investiu em contratações em áreas estratégicas como divulgação e planejamento editorial. Para garantir que seu catálogo circule por todo o País, são cerca de 50 distribuidores e uma filial em São Paulo que divulga e comercializa o catálogo nas principais redes de livraria.

O que vem por aí

Em 2008 a Autêntica começa a apostar em obras de ficção. O empurrão inicial já foi dado. Somando à publicação da obra vencedora do I Prêmio José Mindlin de Literatura, a editora irá publicar dois romances agraciados com o Programa Petrobras Cultural edição 2006/2007. Dos três autores selecionados em Minas Gerais, dois são da Autêntica: Marcos Vinícius de Freitas e Beatriz Magalhães. Além disso, em outubro próximo, a diretoria de planejamento e produção da editora irá pela primeira vez à Feira de Frankfurt para adquirir novos títulos e acompanhar as novidades do mercado editorial internacional de ficção e não-ficção.

Com a palavra, a Editora

Segundo Rejane Dias, fundadora da Autêntica, o fato de a editora ser sediada em Minas Gerais muitas vezes é um obstáculo à circulação dos livros em todo o país. “É necessário um investimento muito maior em divulgação e propaganda do que as editoras do eixo Rio-São Paulo. Em compensação, há uma intensa produção científica em Minas Gerais que tem sido absorvida pela Autêntica com bons resultados entre os leitores de outros estados”, conta.

Ela acrescenta que só agora, depois de 10 anos de experiência editorial, foi possível planejar esse investimento em obras de ficção de autores nacionais e na importação de novos títulos a serem traduzidos. Há também um novo espaço sendo aberto em redes de supermercados e outros pontos-de-venda alternativos. “Continuo cada vez mais entusiasmada com o negócio do livro. É uma atividade de muito risco, de resultados a longuíssimo prazo, mas que nos proporciona sempre surpresas muito agradáveis”, diz.

Para mais informações, entre em contato com nossa assessoria de comunicação pelo e-mail ou pelo telefone (31) 3465-4500 (ramal 207).

← Voltar

Fechar

Pesquisar por autor, título, série, coleção ou ISBN.