Grupo Autêntica

Autêntica Business Infantil e juvenil Yellowfante Gutenberg Nemo Vestígio Play

Marta Neves

Sou artista plástica e ilustradora já faz algum tempo. Também sou professora universitária. Me formei em Belo Horizonte, onde vivo e trabalho. Como artista, uso técnicas as mais variadas, que vão do desenho ao bordado, passando por imagens digitalizadas a vídeo, instalação e performance. Assim também é meu trabalho como ilustradora: a cada livro pode surgir uma técnica diferente.

No caso deste A filha da preguiça, a escolha foi pela aquarela com recortes de papel – pedaços de revistas de tudo quanto há: notícias, fofocas, moda, receita de doce, cara de político, esporte, sabe-se lá o que mais. O interessante é que não dá pra saber direito de onde as cores e as texturas vêm.

Outra coisa curiosa é que, quando se trabalha com esse negócio de recortar, rasgar e colar pedaços pra dar forma às ilustrações, nunca se sabe exatamente como o resultado vai ficar. Existe, sim, uma ideia inicial de desenho, mas a imagem final não dá pra saber como será. E é exatamente essa coisa imprecisa que eu gosto de fazer, porque de repente a ilustração fica com uma cara jamais imaginada. É como se a menina preguiçosa mandasse em mim, dizendo: “Ah! peguei você, não tem como ter preguiça aqui, vai ter de colar mais um pedaço de papel, senão não vai ficar bom”. Ou então: “Viu só? Sou mais esperta do que você pode pensar”.

Pra mim foi maravilhoso ilustrar este livro, porque a história é uma surpresa sem fim, cheia de possibilidades de ideias, de interpretações, assim como as colagens, que não tem como prever onde começam nem onde terminam. Foi de-li-ci-o-so!!!

Agora é esperar o próximo trabalho – que é sempre um desafio, mas é cheio de sabor.

Receba as novidades da Autêntica infantil e juvenil
Fechar

Pesquisar por autor, título, série, coleção ou ISBN.