Fique por dentro do Grupo Autêntica

Press kit: "Eu venho de Alepo"

Eu venho de Alepo narra a emocionante odisseia de um refugiado sírio

Livro relata a história de Joude Jassouma e sua família antes da guerra e a sua luta pela sobrevivência

Em meio à explosão dos fluxos migratórios desde a Segunda Guerra Mundial, Eu venho de Alepo , lançamento do selo Vestígio, integrante do Grupo Autêntica, conta a história real de uma família síria que se exila na França. Era junho de 2015 quando a guerra civil afunda a cidade de Alepo no caos, e, assim como centenas de milhares de pessoas, Joude Jassouma decide fugir com sua esposa, Aya, e sua filhinha, Zaine, em busca de uma vida melhor, longe do conflito.

Os confrontos entre o exército de Bashar al-Assad e as forças rebeldes lideradas pelos jihadistas da Frente al-Nusra e do Estado Islâmico se tornaram diários, e Joude, jovem professor de francês, recusa-se a tomar partido numa luta que não é a sua. Para se proteger, ele e a família mudam de residência quatro vezes até que resolvem se exilar.

Dos bairros pobres de Alepo ao litoral norte da França, passando por Istambul e pelos campos de refugiados da ilha grega de Leros, Joude reconstrói, com o auxílio da editora francesa Laurence de Cambronne, os detalhes do seu êxodo.

Pelo olhar de um refugiado, o leitor acompanha a odisseia de um personagem real que buscava levar uma vida comum nessa bela cidade antes da sua destruição, e que nos dá seu testemunho de como a decisão de fugir de Alepo impactou toda a sua família. Com riqueza de detalhes, o público acompanha essa jornada pontuada por surpresas e percalços até a chegada à França.

Para Arnaud Vin, diretor executivo da Vestígio, essa é uma obra de não ficção emocionante. “ O livro é uma verdadeira odisseia da esperança, em que você passa a torcer e a se envolver inteiramente com Jassouma e sua família ”, conta.

O livro também contém anexos com os números da guerra na Síria; uma análise dos refugiados na Europa; elementos cronológicos que relatam a história da Síria; as forças rebeldes envolvidas no conflito; as comunidades religiosas existentes no país; informações sobre o partido Baas sírio; mapas da Síria, de Alepo e do itinerário de Joude.

Desde 2011, 4,9 milhões de sírios deixaram a Síria e cerca de 470 mil pessoas morreram no país entre março de 2011 e fevereiro de 2016, de acordo com a ONG Syrian Center for Policy Research. Na Turquia estão 2,5 milhões de refugiados; na Europa, mais de um milhão; no Líbano, um milhão; e na Jordânia, 635 mil segundo um relatório do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados publicado em 20 de junho de 2016.

Sobre os autores:
Joude Jassouma nasceu em 1983. Originário de Alepo, na Síria, foi acolhido em Martigné-Ferchaud, uma cidadezinha da Bretanha. Ele é um dos 10 mil sírios que conseguiram asilo na França entre os 4 milhões obrigados a fugir de seu país por causa da guerra.

Laurence de Cambronne foi editora da revista Elle e escreveu para a revista M, do jornal Le Monde. Viveu seis meses na Grécia trabalhando como voluntária em auxílio dos refugiados em Leros, onde conheceu Joude.

Arquivos

Para mais informações, entre em contato com nossa assessoria de comunicação pelo e-mail ou pelo telefone (11) 3034-4468.

← Voltar

Vendas institucionais e licitações
+55 31 3465 4500
International calls
+55 11 3034 4468
Belo Horizonte
Rua Carlos Turner 420, Bairro Silveira,
Belo Horizonte - MG, CEP 31140-520,
Tel. (31) 3465-4500
São Paulo
Av. Paulista, 2073, Conjunto Nacional,
Horsa I, 23º andar , Conj. 2310, 2311, 2312
Cerqueira Cesar, São Paulo - SP, CEP 01311-940,
Tel. (11) 3034-4468
Rio de Janeiro
Rua Debret, 23, sala 401, Centro
Rio de Janeiro - RJ, CEP 20030-080,
Tel. (21) 3179-1975