Grupo editorial autêntica

PROFESSOR, CADASTRE-SE AQUI
 

Coletânea mostra como a juventude vem sendo representada na sétima arte

04/12/2009  —  Assessoria de Comunicação

O livro A Juventude vai ao Cinema, organizado por Inês Assunção de Castro Teixeira, José de Sousa Miguel Lopes e Juarez Dayrell tem a proposta de retratar a representação da juventude na sétima arte, levando-se em conta as diferentes linhas, épocas e nacionalidades de produções cinematográficas de cineastas como Luis Buñel (México); Bernardo Bertolucci (Itália); Leonel Vilela (Portugal), Walter Sales e Helvécio Ratton – os dois últimos, brasileiros. Na montagem do livro, foram contempladas as várias juventudes, levando-se em conta a complexidade e a heterogeneidade humana, ainda mais nesta fase cheia de descobertas, ideologias e construções identitárias.

Como afirmam os organizadores, “A coletânea contém vários olhares e sensibilidades, várias questões e reflexões de grandes diretores do cinema mundial, que buscaram observar, escutar, sentir, pensar, dialogar com as juventudes, tentando compreendê-las, dar-lhes visibilidade e registrá-las com suas câmeras”. O livro contempla as inquietações, as indignações e as esperanças que moveram gerações de jovens em várias partes do mundo não só em produções que retratem os idos de 1968, como filmes sobre juventude em geral.

O diálogo com a prática educativa se faz presente quando os autores propõem, com esta coletânea, melhor pensarmos e vivermos as relações entre a Educação e o Cinema, sobretudo, aproximando-nos da juventude e das questões que a afligiram no decorrer dos tempos. As análises dos filmes são diversificadas e convidam o leitor a criar a sua própria compreensão sobre eles e sobre o tema trazido à tona. A sétima arte como forma de expressão e registro legítimo de formas de vida, de relacionamento e de posicionamento em relação a si, ao próximo e ao mundo se estabelece aqui de forma elucidativa e atraente. Aqui estão juventudes do passado e do presente. E, também, pistas do que ela pode vir a ser no futuro.

A publicação integra a Coleção Cinema, Cultura e Educação, da Autêntica Editora. Outros títulos são: A Diversidade Cultural vai ao Cinema; A Escola vai ao Cinema; A mulher vai ao Cinema; A infância vai ao Cinema e A Mulher vai ao Cinema.

Para mais informações, entre em contato com nossa assessoria de imprensa pelo e-mail imprensa@grupoautentica.com.br ou pelo telefone (31) 3214-5700

Voltar

TV Autêntica YouTube



Blog do Grupo Autêntica


Autêntica

A Autêntica, criada em 1997 com foco em publicações acadêmicas, se consolidou no mercado editorial brasileiro ao longo desse período, tornando-se hoje uma editora aliada dos educadores e demais envolvidos com a educação

Gutenberg

A Gutenberg foi criada em 2003 para abarcar livros de interesse geral e de ficção. Atualmente tem em seu catálogo 143 títulos, com destaque para a série best-seller Fazendo meu Filme, de Paula Pimenta, sucesso em todo o Brasil.

Nemo

A Editora Nemo foi criada para abarcar as obras de quadrinhos. A proposta da Editora é reunir em seu catálogo, que já possui 65 álbuns, nomes mundialmente consagrados das HQs e autores brasileiros contemporâneos.

Vestígio

A Vestígio é o novo selo editorial do Grupo Autêntica, criado para abarcar romances policiais. A proposta do selo é oferecer aos leitores uma literatura policial de qualidade, com obras consagradas de autores estrangeiros.

 

Belo Horizonte

Rua Aimorés, 981, 8º andar, Funcionários,
Belo Horizonte - MG, CEP 30140-071, Tel. (31) 3214-5700

São Paulo

Av. Paulista, 2073, Conjunto Nacional,
Horsa I, 23º andar , Conj. 2301 Cerqueira Cesar,
São Paulo - SP, CEP 01311-940, Tel. (11) 3034-4468

Rio de Janeiro

Rua Debret, 23, sala 401, Centro
Rio de Janeiro - RJ, CEP 20030-080, Tel. (21) 3179-1975

Newsletter

Cadastre-se para receber a newsletter mensal do Grupo Autêntica.



VENDAS INSTITUCIONAIS
E LICITAÇÕES
+55 31 3465 45 00

TELEVENDAS 0800 28 31 322 ATENDIMENTO NACIONAL
INTERNATIONAL CALLS: +55 11 3034-4468

© Autêntica Editora Ltda 2014