Professor, cadastre-se
O sujeito não envelhece - Psicanálise e velhice

O sujeito não envelhece - Psicanálise e velhice

Carregando...

A tese fundamental do estatuto do sujeito, que, para a Psicanálise com Freud e Lacan, se associa à idéia de inconsciente, é de que este não envelhece. Orientando-nos, a princípio, para se pensar o conceito de velhice bem como a clínica do idoso, ela não recobre totalmente a particularidade dessa clínica e, muito menos, o conceito de velhice. Que é a velhice a partir da ótica analítica? Quais as incidências e os efeitos do real do tempo cronológico e sua relação com o que não envelhece? Como operar com a direção do tratamento na clínica com idosos? Se a velhice é determinada em cada época e em cada cultura de forma diferenciada, os significantes que tentam nomeá-la incidem sobre os sujeitos, provocando seus efeitos. A velhice é também um efeito dos discursos. A relação do sujeito à velhice se mede também pelos atos. Ela demanda a criação de novas vestimentas para o desejo a partir dos traços marcados por cada sujeito e um tratamento do real pelo simbólico.

Páginas: 232 • Formato: 16,0 x 23,0 cm • ISBN: 9788575261484 • Código: 249 • Área temática: Psicologia | Psicanálise | Psicossociologia | Saúde • Autêntica Editora • Edição: 1 • Mês/Ano de publicação: 06/2007


Obras da mesma área

Receba as novidades da Autêntica Editora
Vendas institucionais e licitações
+55 31 3465 4500
International calls
+55 11 3034 4468
Belo Horizonte
Rua Carlos Turner 420, Bairro Silveira,
Belo Horizonte - MG, CEP 31140-520,
Tel. (31) 3465-4500
São Paulo
Av. Paulista, 2073, Conjunto Nacional, Horsa I, 23º andar , Conj. 2301 Cerqueira Cesar, São Paulo - SP, CEP 01311-940, Tel. (11) 3034-4468
Rio de Janeiro
Rua Debret, 23, sala 401, Centro Rio de Janeiro - RJ, CEP 20030-080, Tel. (21) 3179-1975